contrate

Balanço de Cordas

Pedro Ornellas e Orlando Ribeiro

Balanço de cordas que vai e que vem,
Quase sempre acaba derrubando alguém
Balanço da vida firmeza não não tem
E os sonhos são feitos de corda também
Armei meu balanço talvez muito cedo,
Balancei bem alto e não tive medo
O tempo, na queda, contou-me um segredo:
Que a felicidade é também de brinquedo

Balanca, balança, criança contente,
Que o tempo inclemente não poupa ninguém
Contrário ao da infância jamais esquecida,
Balanço da vida só vai e não vem!

Os sonhos mais belos que um dia sonhei
Comparo aos balanços de cordas que armei:
Perdidos no tempo, bem longe deixei,
Também o que é feito dos sonhos, não sei...
Mamãe proibiu-me, na infância vivida,
De fazer balanços prá evitar caída
Mas ela se foi eu fiquei sem saída,
E armei meus balanços nos galhos da vida!

Balança, balança...

fotos (24)

clipes (13)

comentários (50)

Compartilhar no

Alceu Correia

através do palco encontrei essa dupla de artistas e já fiquei fã gravei muitas musicas de vocêis pra ouvir...

Eleonice Juste

Homenagem ao Sr. Fifio

andrecaconde

gostaria por meio deste espaço parabenizá-los pelo trabalho,é impressionante como a linguagem simples do campo pode retratar tão bem as histórias do verdadeiro gênero sertanejo...

Israel Oliveira

Show demais.

Sérgio Borges

sergio borges

45 comentários

artistas relacionados

© 2003 - 2015 Palco MP3 · Música independente divulgada de verdade · 103 mil artistas, 1 milhão músicas e mais de 5 bilhões de downloads.